CRVR

Theatro São Pedro recebe espetáculo Terra à Vista

data: 30 de setembro de 2019

No próximo dia 30, concepção cênica fará alunos da rede municipal pensar no futuro. Mais de 500 estudantes estarão na plateia.
Em consonância com os debates globais que visam ampliar o cuidado com o planeta, que tal lições de consciência ambiental a serem incorporadas no cotidiano? Ensinadas para crianças, que têm o papel de influenciar seus lares, o Ministério da Cidadania e a Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR) apresentam o espetáculo Terra à Vista 2: a Aventura Continua! A peça consagrada se reinventa desde 2015: foram 105 apresentações em 70 cidades do Brasil para mais de 35 mil espectadores. Com enredo, figurino e cenografia inéditos, a trama divertida será exibida no próximo dia 30, às 15h, no Theatro São Pedro.

Desde a concepção, o planejamento cultural é assinado pela empresa D.Marin, com a produção artística da Companhia Armazém, de Santa Maria. A atriz Patricia Garcia, que já encenou a peça no Pará e na Bahia, antecipa que a narrativa é um convite à infância, mas com uma mensagem séria e pra vida toda. “Através da arte, tornamos a temática do meio ambiente leve e descontraída, mas com um ensinamento profundo de preservação”, afirma. Ela reforça que o teatro leva ao discernimento de que somos nós os responsáveis pelo futuro.

Para o diretor de Desenvolvimento de Negócios da CRVR, Leomyr de Castro Girondi, a trajetória de sucesso do Terra À Vista preenche uma lacuna no Rio Grande do Sul. “Pela abrangência e pelo pioneirismo do projeto, de forma lúdica, levamos cultura e consciência ambiental às comunidades. E essa contribuição social está no nosso DNA”, enfatiza.

Para 2019, o espetáculo deve visitar 29 cidades, totalizando 30 apresentações. Os artistas encerrarão o ciclo, que é financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e tem patrocínio exclusivo da CRVR, apenas no mês de outubro, embora estejam na estrada desde abril.

Construção criativa

A peça conta as peripécias dos irmãos Mateus, Miguel e Manuela. Eles recebem uma casa de herança dos avós e decidem transformá-la em um Parque Pirata para crianças. Porém, ao chegarem ao quintal, deparam-se com grandes desafios: além de diferentes tipos de lixo, acumulados no local, uma visita inesperada surge e promete causar grande alvoroço.
Os figurinos foram planejados pela própria companhia teatral, com cenografia do artista plástico Luciano Santos – que construiu itens que remetem a um jardim florido. Todo esse planejamento e execução tem o desenvolvimento exclusivo da D.Marin, que atua no mercado há 12 anos. “A obra Terra à Vista busca melhorar a realidade que vivemos, com o compromisso
de levar felicidade, educação e arte às pessoas”, enfatiza a diretora-executiva da empresa, Daiane Marin.

CRVR: responsabilidade social

A Companhia é responsável por destinar os resíduos gerados nos lares de 8,5 milhões de gaúchos em mais de 300 municípios do Rio Grande do Sul. A empresa tem como princípio dedicar atenção integral ao respeito ao meio ambiente, desenvolvendo e apoiando constantemente ações de responsabilidade socioambiental. Atualmente possui estrutura física nos municípios de Minas do Leão, Giruá, Victor Graeff, São Leopoldo, Tramandaí e Santa Maria.